Sermos como as mulheres querem
Para sermos como as mulheres querem, tínhamos de ser todos os dias alguém diferente!
Se somos seguros de nós, dizem que temos o rei na barriga!
Se somos inseguros, somos logo meninos da mamã!
Se vivemos sozinhos, é porque não ligamos ao conceito família!
Se vivemos ainda com os pais, dizem que não temos vida própria!
Se as tratamos de forma igualitária, não conseguimos ser cavalheiros!
Se as tratamos nas palminhas, desconfiam que algo está errado!
Se as queremos proteger e cuidar, desconfiam logo de tanta atenção!
Se somos divertidos demais, somos uns imaturos!
Se não damos confiança, dizem que pensamos ser muito importantes!
Se damos confiança a mais, dizem logo que sabem bem o que queremos!
Se cuidamos do nosso corpo, ouvimos logo dizer que somos vaidosos!
Se engordamos e carecamos, rotulam-nos logo de preguiçosos e acomodados!
Se somos românticos, dizem que só queremos foder!
Se de romantismo nada temos, a critica é que somos machistas!
Se somos machistas pobres, ninguém nos toca!
Se somos machistas ricos, toleram-nos por algum tempo!
Se temos dinheiro, criticam-nos por pensarmos comprar tudo e todos!
Se somos pobres, ouvimos que não temos ambição!
Se temos filhos, ouvimos dizer que os abandonámos!
Se não temos filhos, somos logo colados ao egoísmo!
Se somos egoístas, dizem que só pensamos em nós!
Se pensamos nos outros, criticam que pensamos em todos menos em quem importa!
Se queremos já, acusam-nos de não lhes darmos tempo para respirar!
Se lhes damos tempo, dizem que temos outras!
Se fodemos tudo o que mexe, sugerem que nunca fomos amados!
Se fazemos só amor, criticam que nada sabemos de foda!
Se as agarramos vigorosamente, dizem que vamos com muita sede ao pote!
Se nem lhes tocamos, duvidam da nossa masculinidade!
Se temos ar de mafiosos, acham-nos graça mas só para umas voltas!
Se temos ar de coninhas, dizem logo que temos de comer muito Nestum para sermos machos!
Se temos boa conversa, dizem que temos muita lábia!
Se somos tímidos, ouvimos logo dizer que somos anti sociais!
Se gostamos de festa, somos uns fodilhões!
Se não gostamos de festa, acusam-nos de as isolar do resto do mundo!
Se vivemos para trabalhar, somos uns ausentes!
Se temos um emprego que só dá para pagar as contas, não temos garra!
Se não enfrentamos os patrões com os nossos direitos somos uns impotentes!
Se somos patrões e exigimos, somos uns mandões!
Se somos desempregados, somos uns chulos!
Se no sexo gostamos de tudo, temos logo ciumeira e perguntas sobre com quem aprendemos tudo!
Se no sexo queremos experimentar tudo, reza-se logo por protecção à nossa senhora do ânus!
Se no sexo somos mais do mesmo, passamos a ser alvo de piadas nas conversas com as amigas!
Se no sexo queremos à bruta, ouvimos logo dizer que somos uns Grey mas sem sermos bilionários!
Se no sexo queremos intensidade, dizem que é uma chatice e que nunca mais acaba!
Se no sexo nos vimos rápido, somos uns precoces!
Se amamos demais, somos uns colas!
Se amamos de menos, somos uns insensíveis!
Se não ouvimos o que elas dizem, somos igual aos outros!
Se ouvimos o que elas dizem, passamos a amigos e lá se vai o sexo!
Nunca somos o que elas idealizam, nem nunca conseguiremos ser o que elas
sonham!
Somos apenas a realidade, onde elas fazem tudo para serem quem não são!
Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiência como utilizador. Clique em “Aceitar”. View more
Aceitar